Nova BRA deve voltar a voar em março

A BRA deve voltar a voar em breve. A empresa, que está em recuperação judicial e não voa desde novembro de 2007, foi aprovada no último dia 19 no voo de certificação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A empresa estava com o Certificado de Homologação de Transporte Aéreo (Cheta) suspenso e, com a aprovação no voo de certificação, essa suspensão deve ser revogada nos próximos dias.

Quando entrou com pedido de recuperação judicial em dezembro de 2007, a BRA tinha uma dívida de R$ 220 milhões, a maior parte com instituições financeiras.

Ao aprovar o plano de recuperação, em setembro do ano passado, os credores concordaram com descontos de 50%a 70% na dívida.

O plano prevê a retomada das operações com voos de fretamento apenas.

A empresa não tem plano de competir no mercado de voos regulares.

O primeiro jato a ser operado é o 737-300 PR-GLK, ex-Gol.

Fonte: JETSITE